PROGRAMAÇÃO ESPORTIVA DA SELEÇÃO DO POVO:

Fotorkut





TOQUE DE BOLA
COM GERCINO ARQUELINO,
LUCIANO AUGUSTO
E A SELEÇÃO DO POVO:
.

O ESPORTE AMADOR E PROFISSIONAL
AQUI TEM VEZ:


SEGUNDA A SÁBADO/11:30 ÁS 12-Hs:
RÁDIO CURRAIS NOVOS/AM-920:
SISTEMA RURAL DE COMUNICAÇÃO:

NA INTERNET:
RÁDIO CURRAIS NOVOSAM.COM:

BLOG=TOQUE DE BOLA-2010.BLOGSPOT.COM

FACEBOOK(LUCIANO E GERCINO)

O OUVINTE EM PRIMEIRO LUGAR:

A MAIOR AUDIÊNCIA ESPORTIVA:


logo Seleção do Povo bola

MULTIBOLO EM CURRAIS NOVOS E JUCURUTU(ORG=DAMIÃO)
Resultado de imagem para MULTI-BOLO-CURRAIS NOVO-RN
Resultado de imagem para OTICAS MIRNA-CN-RN

Resultado de imagem para VIDRART-NOVA ARTE EM VIDRO


ELETROPEÇAS/C.NOVOS

ELETROPEÇAS/C.NOVOS
CONSERTA ELETRO E ELETRÔNICO EM GERAL(ORG:RICARDO).

Resultado de imagem para SERIGRAFIA NOVA ARTE-CN

Resultado de imagem para blog supermercado santo antônio-cn-rn


REPORTAGENS DA SELEÇÃO DO POVO ATUALIZADO 24 HORAS:

sábado, 10 de setembro de 2016

PARAOLIMPICO-2016 COM A SELEÇÃO DO POVO

 

Brasileiro vai à final e garante medalha inédita do tênis de mesa no Rio:

Israel Stroh garantiu primeira medalha do Brasil no tênis de mesa (Foto: Alexandre Urch/MPIX/CPB)
O brasileiro Israel Stroh conseguiu uma inédita classificação à final do tênis de mesa nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016. Neste domingo, ele chegou à decisão individual da classe 7 ao derrotar o chinês Shuo Yan por 3 sets a 2, com parciais de 11/7, 5/11, 11/8, 5/11 e 11/9.

 

Teresinha de Jesus leva o bronze nos 100 m; Felipe Gomes fica com a prata:

Terezinha garante bronze para o país-sede (Foto: Marco Antonio Teixeira/MPIX)
O atletismo segue rendendo medalhas ao Brasil nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro. Na noite deste domingo, pela final dos 100 m rasos classe T46/47, Teresinha de Jesus ficou com a medalha de bronze, completando o trajeto em 12s84.

 

Daniel Dias leva a prata e garante terceira medalha nos Jogos:

Maior medalhista brasileiro da história fatura mais uma no Rio (Foto: Divulgação/ CPB)
Daniel Dias segue colecionando medalhas paralímpicas na carreiras. Na noite deste domingo, pela final dos 100m classe SB4, o maior medalhista brasileiro de todos os tempos travou um duelo com o chinês Jusheng Li e ficou com a medalha de prata, fechando a prova em 1min36s13.

 

Antônio Tenório e Wilians Araújo levam a prata no judô:



Foto: Divulgação/CPB
Não foi desta vez que Antônio Tenório conquistou seu quinto ouro paraolímpico. No início da noite deste sábado, o judoca acabou derrotado por ippon diante do sul-coreano Gwanggeun Choi e ficou com a medalha de prata no judô da classe B1 (para pessoas com perda total da visão) até 100kg nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.

Daniel Dias leva o bronze no nado borboleta; André Brasil fica em 4º:



Maior medalhista brasileiro nas Paralimpíadas não foi páreo para os EUA no nado borboleta (Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP)
O Brasil conquistou a 15ª  medalha nos Jogos Paralímpicos de 2016 com seu maior vencedor. Entrando nas águas do Estádio Aquático na tarde deste sábado, Daniel Dias foi muito bem e conquistou o terceiro lugar do pódio nos 50 m borboleta da categoria S5, com o tempo de 35s62.

 

Rodrigo Parreira fatura o bronze nos 100m T36:

 

Atletismo dá 14ª medalha para o Brasil (Foto: Divulgação/ COB)

O Brasil teve mais um atleta subindo ao pódio nas Paralimpíadas do Rio 2016, neste sábado. Rodrigo Parreira da Silva correu os 100m da categoria T36 e ficou com a medalha de bronze, fazendo o tempo de 12s54.

 

Alana é imobilizada e fica com a prata no judô:



Alana Martins foi derrotada, mas conseguiu a prata em suas primeiras Paralimpíadas (Foto: Cleber Mendes/MPIX/CPB)
A judoca brasileira Alana Maldonando ficou com a medalha de prata da categoria até 70kg dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016. A atleta nacional foi derrotada na final pela mexicana Lenia Ruvalcaba Álvarez na decisão por imobilização, na tarde deste sábado.

 

Claudiney conquista quarto ouro do Brasil com recorde no Rio de Janeiro:



Claudiney Batista dos Santos garantiu o quarto ouro para o Brasil no Rio (Foto: Divulgação)
O quarto ouro do Brasil nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016 veio pelas mãos de Claudiney dos Santos. O atleta do interior de São Paulo conquistou a prova de lançamento do disco da classe T56, para atletas com deficiência nos membros inferiores, com novo recorde paralímpico: 45,33m.

 

Pentacampeão da São Silvestre é sétimo no triatlo paralímpico:



O brasileiro Fernando Aranha encerrou a prova de triatlo dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016 na sétima colocação. O atleta nacional, pentacampeão da categoria cadeirantes da Corrida Internacional de São Silvestre, completou a disputa deste sábado com o tempo de 1h06min51s.

 

Petrúcio Ferreira quebra recorde mundial de 24 anos nos 100m rasos:



Petrúcio Ferreira comemora novo recorde e classificação à final dos 100m rasos (Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB)
O brasileiro Petrúcio Ferreira estabeleceu a melhor marca da história dos 100m rasos da classe T47. Mesmo aliviando o ritmo nos metros finais da prova deste sábado, ele completou a primeira bateria das eliminatórias dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016 com o tempo de 10s67, quebrando um recorde mundial que já durava 24 anos.

 

Brasil goleia a Irlanda e se classifica para as semis no futebol de 7:



Brasil garantiu vaga nas semifinais (Foto: Reprodução/Twitter/cbpoficial)
O Brasil está classificado para as semifinais do futebol de 7. Em jogo realizado neste sábado, no Estádio de Deodoro, a Seleção Brasileira não teve dificuldades diante da Irlanda e goleou pelo placar de 7 a 1.

 

Matheus Rheine conquista bronze nos 400m S11:



Catarinense garante 16ª medalha brasileira nos Jogos (Foto: Divulgação/ CPB)
Quem pensou que a última medalha da natação brasileira, no terceiro dia dos Jogos Paralímpicos, seria conquistada por Daniel Dias se enganou. Isso porque o jovem Matheus Rheine disputou a final dos 400m livres da categoria S11 e ficou com a medalha de bronze, fechando com o tempo de 4min41s05.

 

Fabio Bordignon e Veronica Hipolito levam a prata nos 100m rasos:

 



(Foto: Divulgação/CPB)
O Brasil faturou duas medalhas nesta tarde de sexta-feira, pelo atletismo dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Os vencedores da vez foram Fabio da Silva Bordignon e Veronica Hipólito, ambos nos 100m rasos, porém em categorias diferentes de competição.
Bordignon, venceu a prata nos 100m rasos masculino, categoria T35 – dedicada aos atletas com coordenação limitada não-cadeirantes. O brasileiro cruzou a linha de chegada em 12s66. O ouro ficou com o ucraniano Ihor Tsvietov, que liderou a prova em 12s31. O argentino Hernan Barreto completou o pódio, faturando o bronze com 12s85.


INFORMAÇÕES///GERCINO ARQUELINO(PRECUSOR)

0 comentários:

Postar um comentário

MUSEU VIRTUAL/SELEÇÃO DO POVO-A MELHOR





REAL FECHADO/FLORÂNIA
CAMPEÃO/TORNEIO-SETE
BOI CELADO/JUCURUTU-RN


























CAMPEÃO/ABERTO/FEMININO/CERRO CORÁ



Deseja marcar Jardenilton Candido?














































A imagem pode conter: 12 pessoas, atividades ao ar livre